Este é um microcosmo apartidário embora ideológico, pois «nenhuma escrita é ideologicamente neutra*»

*Roland Bartes

Intros: 1 2

sábado, 31 de maio de 2014

Under the Skin


Share |

Ouvido no dia das europeias

«Votei hoje nas novas tendências.»

Share |

Europeias (III)

Afinal o segundo partido da extrema-esquerda conseguiu 1 deputado...contra as sondagens de 0.

Parece que o voto "Livre" afectou o Mini-duo-Bloco.

Share |

Europeias (II)

É bom saber quando o regime, a democracia e os principais partidos estão pela hora da amargura, a (boa e inédita) resposta tenha sido dada pela ascenção de um partido que foi fundado por um (progressista e grande) monárquico! Parabéns ao MPT!

Share |

Europeias (I)

Perante o cenário francês, já (ante)vejo a esquerda europeia dizer: 

"Ainda bem que o partido da Sra. Merkel ganhou na Alemanha!"

Share |

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Não foi por falta de aviso...

Do mesmo modo que vinha, há anos, alertando oportunamente para o risco da extrema-direita, agora, também, parece-me que será, de facto, a França a dar a resposta histórica à UE (alemã). Não pelo patético sr. Hollande, cujo partido foi reduzido a uma insignificância indescritível, e cujo precedente histórico dificilmente será reparado, mas sim pela Frente Nacional.

De tanto "estado social", "incompetência", "subsídio dependência", "boys and girls", improdutividade, rebaixamento perante outras potências, "cravos e canelas" e "Grândolas", etc, etc, agora a História poderá ter mudado de vez e a Europa, quiçá, uma vez mais, infelizmente, vai conhecer um novo rumo para, à sua maneira, por termo à crise.

Share |

Similitudes

Bem que tento evitar, mas sempre que vejo o Pedro Reis é como se visse o Prof. Freitas do Amaral...agora no PSD.

Share |

Contactos

«Se falamos com Deus somos cristãos, se Deus fala connosco somos esquizofrénicos...»

Tomas Szasz, psiquiatra norte-americano.

Share |

Palma morena, Portugal!

Já está mais que na hora deste País deixar-se da "Vila Morena" e focar-se em "Portugal, Portugal" do Palma!

Share |

WEEK SOUNDZZZzzz!



Share |

sábado, 24 de maio de 2014

Real., Real!

Por uns dias, especialmente hoje, vai-se concretizar o anseio de D. Afonso V e D. João II: Lisboa a capital ibérica.

Share |

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Palo Alto


Share |

Apenas para situar alguns...

...que apelidavam o Papa de "esquerda".

Share |

Evolutiva

Com o andar da carruagem a Joana Amaral Dias daqui a 10 anos já estará no partido do pai e, daqui a 20, quiçá, será filiada no CDS-PP.

Share |

Este sim, é legítimo

Já começo a perder um pouco a paciência com alguns (pseudo) manifestos, todavia, este, acho essencial seguir e tomar parte.

Share |

Convocados

Paulo Bento leva 22 jogadores ...e o Hugo Almeida.

Share |

WEEK SOUNDZZZzzz!


Share |

domingo, 18 de maio de 2014

Final da Taça

A ambiência em torno da final da Taça de Portugal é um dos poucos bons aspectos que se soube preservar neste País.

Share |

sábado, 17 de maio de 2014

Aqui o azul e branco vale mais

Como é bom ver, no Eurosport, e aos olhos da Europa, esse magnífico mar e tantas bandeiras azuis e brancas espalhadas pelo nosso verde.

Share |

quinta-feira, 15 de maio de 2014

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Béla

Não farei piadas com o Béla Guttmann, até porque ele errou...o SLB já é detentor de um título europeu: Bi finalista da Liga Europa.

Share |

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Sacro GRA



Share |

Prós!

Finalmente alguém diz a verdade. Bem o Ministro Pires de Lima dirigindo-se àqueles que pensavam que, ao descontarem mensalmente, estavam garantindo a sua reforma. Não é assim. Não estamos num sistema de capitalização (individual) ...que, quiçá, devíamos estar. A república não foi por aí.

Estamos sim num sistema de redistribuição, ou seja, descontamos para um bolo que paga: reformas...mas também, desempregados, programas de emprego, etc. Somando a isso o problema da baixa de natalidade e (felizmente) o aumento, após os anos 60, da esperança média de vida ...e temos a despida realidade do nosso sistema de protecção social.

Com base no Prós e Contas de 5-5-2014.

Share |

Vermelho pátrio!

É de facto notável que apenas na 29.a jornada da Liga é que o primeiro português tenha marcado pelo Benfica.

Share |

WEEK SOUNDZZZzzz!

Tudo em português


Share |

sábado, 3 de maio de 2014

Supercondriaque


Share |

O ovo e o Trono


Foto - PPA

Recentemente estive na Suécia. Coincidiu com o período da Quaresma. Ao visitar o Palácio Real, constatei que havia um jogo para crianças que consistia em descobrir 18 ovos dourados espalhados pelas cerca de trinta salas expostas ao público.

Conforme denota a foto, e com um descontraído e giro sentido de humor, um dos ovos estava precisamente debaixo do Trono Real todo ele em prata. Esta sala, a do Trono, é aquela em que o Monarca recebe, em ocasiões oficiais, todos os eventos de Estado que, além do Parlamento, digam maior respeito aos interesses institucionais de Suécia.

Com tal medida escusado será dizer que a Monarquia sueca capta a alegria das crianças e, por inerência, de seus pais. Com argúcia, inteligência, humor e delicadeza bem conseguem, de forma hábil, trazer os suecos água ao moinho da sua Monarquia.

Contudo, também importa ressalvar que a Monarquia sueca, bem como as demais similares nórdicas, não exageram no mote da extravagância regimental e afins. De forma descontraída e discreta lá tem esta Monarquia sabido ultrapassar o tempo.

Posto o intróito, tenho que aqui dizer que, se (pouca) dúvida tinha sobre o modelo nórdico de Monarquia, depois de vir de Estocolmo já não a tenho. Ou seja, se Portugal alguma vez quiser voltar a ser uma Monarquia, resta-lhe ter de seguir, com as devidas adaptações e sem descurar dos elementos caracterizantes e inamovíveis da nossa Pátria, outrora monárquica, o mesmo modelo/caminho. Monárquico que disser o contrário ou será utópico, irrealista, pouco sério intelectualmente ou nem mesmo isso…deverá ser republicano sem saber. Esta é a realidade que Portugal, com as ressalvas enunciadas, deve seguir.

Eu estive lá e identifiquei-me com o modelo, e é precisamente aquele que quero para o meu País…nenhum outro mais. Esqueçam as touradas e outros bolores que ainda vão prevalecendo naqueles que querem restaurar Portugal pela Monarquia. Por esse caminho o que fazem é tudo ao contrário. Afastam aqueles que valem na Causa e dão azo ao “mal menor” chamado república e ninguém quererá saber de Monarquia em Portugal nem tão cedo.

Modelo nórdico sim…é a única via.

Share |

Pacote, empacotados e nada de perceber que há que mudar o tipo de regime!


Pedro Magalhães, cientista político.

Share |

Quase que fui de esquerda por um dia

«Não haverá uma esquerda moderna em Portugal enquanto não se libertarem dos “Valores de Abril”, arrumarem a foice e o martelo, repensarem os estatutos e os nomes dos partidos e alterarem a Constituição. Enquanto não fizerem isso, a nossa esquerda continuará a ser, infelizmente, no essencial, tão provinciana quanto o Salazarismo era bolorento.»

Um ancião de esquerda que vive na Holanda há 45 anos.

Share |

A alogia

Considero a comparação do 25 de Abril ao 1 de Dezembro uma verdadeira alogia.
Já sem remeter à dimensão dos resultados e da disparidade dos objectivos, incomparavelmente mais importantes no primeiro de Dezembro, desde logo pelas consequências de um eventual falhanço das respectivas operações, ou seja o risco acometido aos revoltosos.
Enquanto no primeiro caso uns iriam fazer uma viagem até Cabo Verde, no segundo, sem qualquer dúvida, iriam conhecer S. Pedro.
Resta a minha real revolta em constatar que o dia da liberdade não é o segundo e que o segundo nem feriado já é sendo que em qualquer democracia avançada é que seria e é.

Share |

Entrevistas selváticas

«Gosto muito de África. Os grandes espaços. E gosto daquela gente africana. Gente pura. 
Podem ser de uma selvajaria monstra, mas são também gente boa.»

Otelo Saraiva de Carvalho em entrevista a Clara Ferreira Alves, in Revista do Expresso, de 25 de Abril de 2014, pág. 30.

Share |

sexta-feira, 2 de maio de 2014

WEEK SOUNDZZZzzz!

Sempre gostei especialmente desta do Harrison. É melhor versão que a de 1969 do álbum "Yellow Submarine". Apenas saiu, nesta versão, no Anthology 2.
Um tema pouco conhecido deles, mas que gosto especialmente.


Share |

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Ayrton

«O importante em cada vitória foi a emoção.» 

Ayrton Senna (21/3/1960 - 1/5/1994)

Share |

«Se mandarem os Reis embora, hão-de tornar a chamá-Los» (Alexandre Herculano)

«(…) abandonar o azul e branco, Portugal abandonara a sua história e que os povos que abandonam a sua história decaem e morrem (…)» (O Herói, Henrique Mitchell de Paiva Couceiro)

Entre homens de inteligência, não há nada mais nobre e digno do que um jurar lealdade a outro, enquanto seu representante, se aquele for merecedor disso. (Pedro Paiva Araújo)

Este povo antes de eleger um chefe de Estado, foi eleito como povo por um Rei! (Pedro Paiva Araújo)

«A República foi feita em Lisboa e o resto do País soube pelo telégrafo. O povo não teve nada a ver com isso» (testemunho de Alfredo Marceneiro prestado por João Ferreira Rosa)

«What an intelligent and dynamic young King. I just can not understand the portuguese, they have committed a very serious mistake which may cost them dearly, for years to come.» (Sir Winston Leonard Spencer-Churchill sobre D. Manuel II no seu exílio)

«Everything popular is wrong» (Oscar Wilde)

«Pergunta: Queres ser rei?

Resposta: Eu?! Jamais! Não sou tão pequeno quanto isso! Eu quero ser maior, quero por o Rei!» (NCP)

Um presidente da república disse «(...)"ser o provedor do povo". O povo. Aquela coisa distante. A vantagem de ser monárquico é nestas coisas. Um rei não diz ser o provedor do povo. Nem diz ser do povo. Diz que é o povo.» (Rodrigo Moita de Deus)

«Chegou a hora de acordar consciências e reunir vontades, combatendo a mentira, o desânimo, a resignação e o desinteresse» (S.A.R. Dom Duarte de Bragança)

Go on, palavras D'El-Rey!