Este é um microcosmo apartidário embora ideológico, pois «nenhuma escrita é ideologicamente neutra*»

*Roland Bartes

Intros: 1 2

quinta-feira, 19 de maio de 2016

L'avenir


Share |

Lembrete

O povo não é todo de esquerda.

Share |

Made in China

«Se quer ser feliz durante uma hora, faça uma sesta. Se quer ser feliz durante um dia inteiro, vá à pesca. Se quer ser feliz durante um ano, herde uma fortuna. Se quer ser feliz a vida toda, ajude o próximo.»

Antigo provérbio chinês.

Share |

Os Reis São Outra Loiça


Miguel Castelo Branco

Share |

Talked for Hours

«(…)

I bought you drinks, I brought you flowers
I read your books and talked for hours...

(…)».

Pet shop Boys, “What Have I Done to Deserve This?" (1987)

Share |

Igreja de N.S. Da Penha de França



Fotos - PPA

Share |

Ressuscitar a Ópera do Tejo

Ressuscitar a Ópera do Tejo - O Desvendar do Mito (Caleidoscópio)

Obra de Aline Gallasch-Hall de Beuvink.

Share |

Atraso de Vida

Longos vão os anos que venho escrevendo e defendendo isto.

O maior problema são os jovens que, sem preparação e autonomia de pensamento, são levados no turbilhão da propaganda republicana jacobina de esquerda. Confundem esquerda com progresso. Mais bolor é impossível do que na 'nossa' tão portuguesinha esquerda.

«Até aos anos 70 e 80 a esquerda era progressista, apostava no progresso e na mudança, acreditava no futuro. A direita, pelo contrário, era conservadora e temia os novos tempos.... Só que, com o avanço da globalização, com o aumento da competição a nível mundial, com a China a transformar-se na grande fábrica do mundo, com tudo isto, as chamadas ‘conquistas dos trabalhadores’ europeus (direito à greve, proibição do despedimento individual, 35 horas de trabalho semanais, um mês de férias, 14 salários por ano, escola e saúde gratuitas, etc.) ficaram em perigo. E assim, a esquerda passou de uma atitude ofensiva a uma atitude defensiva. Começou a defender o que já tinha alcançado. Passou a não querer que se mexa nas leis laborais, a não querer que se altere a Constituição, a não querer que se mude nada. A direita, pelo contrário, sendo mais pragmática, mais realista, menos agarrada à ideologia e mais aderente à realidade, adaptou-se mais depressa à globalização e percebe que as mudanças são inevitáveis. E que, quanto mais Portugal se atrasar a fazê-las, menos competitivo será no mundo global. Assim, a direita tem hoje uma posição reformista, defende a mudança, a evolução das leis, a revisão da Constituição, enquanto a esquerda olha para trás.»

Share |

WEEK SOUNDZZZzzz!


Made in Portugal.


Piano ao vivo.


Share |

domingo, 15 de maio de 2016

Campeão Nacional 2015/2016

Compito desde 1987. Toda a minha carreira competitiva no ténis foi marcada por vitórias e por derrotas. Enfrentei briosos adversários e nunca tive problemas com a derrota, pois do outro lado sempre soube que tive um rival sério e que venceu com mérito. Não há nada a reter de errado se demos o nosso melhor e o adversário fez o mesmo. Nunca deixei, no fim de um jogo na variante de singulares, de cumprimentar o meu adversário e desejar-lhe felicidades...

Ora, como não sou nem nunca serei hipócrita, não felicitarei o Benfica nem os seus adeptos pela conquista do Campeonato, pois estou absolutamente convicto, porquanto vi os jogos do meu Sporting, que foi um injusto campeão. Não tenho memória de uma equipa estar a sete pontos do primeiro e ainda ser campeão... É no mínimo historicamente suspeito e haveria que questionar como isso aconteceu.

Fomos a melhor equipa a jogar futebol, normalmente a dar goleadas (mesmo fora de casa) e vencemos todos os derbies exceptuando um. 

O campeonato acabou por ser como uma moeda, só que uma moeda cujo rosto e coroa eram a mesma identidade: Jorge Jesus. Isto é, o Sporting deve o seu brilhantismo organizativo a Jesus, mas infelizmente o nosso adversário acabou por também ser Jesus, pelo menos o seu legado no Benfica. Recordo que o SLB estava fortíssimo nos anos transactos. Este ano a sua hegemonia baixou muito e a simples gestão do legado, por Vitória, lá deu para vencer no limite. 

Neste campeonato não venceu a melhor equipa, qualquer pessoa que entenda minimamente de futebol sabe isso. É inegável.

Resta-me, pois, agradecer ao Presidente do Sporting, ao Jorge Jesus, a todos os jogadores e a todos aqueles que trabalham em prol desta enorme instituição que é o Sporting. 

Força Sporting, sempre!

Share |

O Rei do Reino Animal

Os SLBs vão festejar com o Leão do Marquês.

Share |

Aniversário | Senhor Duque de Bragança


Parabéns ao herdeiro dos Reis de Portugal. Vida longa e saúde a SAR.

Share |

domingo, 8 de maio de 2016

A Mala

Mala de dinheiro?! O Nelo Vingada, aquele que já foi adjunto no SLB, é um sujeito sério, aliás a prova inequívoca disso mesmo foi a forma medíocre como o Marítimo jogou.

Share |

domingo, 1 de maio de 2016

Balada de um Batráquio

https://vimeo.com/151570397

Share |

22 Anos da Partida

«O Ayrton era a nossa alegria.»

 Uma popular brasileira (1994)

Share |

Amadeo de Souza-Cardoso

Referente ao artista maior do modernismo português.

"Amadeo cresce entre irmãos e primos (...). Esta prole familiar, sempre muito próxima, é fundadora dos valores que o acompanharão: (...) fidelidade à monarquia."

In "E - Revista do Expresso", de 9 de Abril de 2016, edição 2267, página 28.
 

Share |

Índice de Respeitabilidade

Muitos índices diferentes e muitas coincidências....mas eu não acredito nelas.
 
Share |

Delicadeza e Orgulho

Aquando do aniversário de Isabel II, e ao ver alguns testemunhos nos noticiários da noite, é de facto indescritível a delicadeza e o orgulho que o povo inglês dedica à sua Rainha.
 
Share |

God Save The Queen

 
Share |

Resumo/Verdade da época 2015-2016

 
Share |

'Espanholização' Não, Nunca!

Sou céptico quanto a uma eventual solução de nacionalização do Novo Banco, mas agrada-me uma hipótese de serem criados mecanismos legais tendentes a uma absorção pelo BCP.

'Espanholização' não, nunca!
 
Share |

Taxímetro

Alerto, desde já, todos os meus amigos alemães que, num taxi em Portugal, nunca profiram a palavra "über".
 
Share |

A Tríade

Confirma-se. Existem, de facto, três aspectos que são humanamente infindáveis: a criatividade, a ambição e a estupidez.
 
Share |

Repor Justamente

Há muito que devia ter sido reposto. Branqueamento. Não se trata ser de direita ou esquerda, nem tem nada que ver com isto. Se fossemos um País evoluído, o nome lembrava-nos o bem e o mal a corrigir.

Na vizinha Espanha quantos monumentos de Franco branquearam?
 
Share |

Variantes

Republicanos para umas coisas, 'monárquicos' para outras.

Aliás, se tivermos atenção, verificamos que o regime só é republicano no papel, pois o que mais se vê nele são filhos a "sucederam" a pais...

O problema é que antes tínhamos uma e só verdadeira Família Real...hoje temos várias imitações grotescas, nos mais variadíssimos espectros do regime...e que não prosseguem o mesmo objectivo da genuína.
 
Share |

Posições

Atrai-me a atitude, enoja-me o seguidismo.
 
Share |

WEEK SOUNDZZZzzz!

THANKS 4 ALL PRINCE
 
 
 
Brand New!

 
Made in Portugal.
 
Share |

«Se mandarem os Reis embora, hão-de tornar a chamá-Los» (Alexandre Herculano)

«(…) abandonar o azul e branco, Portugal abandonara a sua história e que os povos que abandonam a sua história decaem e morrem (…)» (O Herói, Henrique Mitchell de Paiva Couceiro)

Entre homens de inteligência, não há nada mais nobre e digno do que um jurar lealdade a outro, enquanto seu representante, se aquele for merecedor disso. (Pedro Paiva Araújo)

Este povo antes de eleger um chefe de Estado, foi eleito como povo por um Rei! (Pedro Paiva Araújo)

«A República foi feita em Lisboa e o resto do País soube pelo telégrafo. O povo não teve nada a ver com isso» (testemunho de Alfredo Marceneiro prestado por João Ferreira Rosa)

«What an intelligent and dynamic young King. I just can not understand the portuguese, they have committed a very serious mistake which may cost them dearly, for years to come.» (Sir Winston Leonard Spencer-Churchill sobre D. Manuel II no seu exílio)

«Everything popular is wrong» (Oscar Wilde)

«Pergunta: Queres ser rei?

Resposta: Eu?! Jamais! Não sou tão pequeno quanto isso! Eu quero ser maior, quero por o Rei!» (NCP)

Um presidente da república disse «(...)"ser o provedor do povo". O povo. Aquela coisa distante. A vantagem de ser monárquico é nestas coisas. Um rei não diz ser o provedor do povo. Nem diz ser do povo. Diz que é o povo.» (Rodrigo Moita de Deus)

«Chegou a hora de acordar consciências e reunir vontades, combatendo a mentira, o desânimo, a resignação e o desinteresse» (S.A.R. Dom Duarte de Bragança)

Go on, palavras D'El-Rey!