Este é um microcosmo apartidário embora ideológico, pois «nenhuma escrita é ideologicamente neutra*»

*Roland Bartes

Intros: 1 2

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

The Best

The Best (I)

«Um jogador brasileiro nascido na Irlanda do Norte».

Como a 'Revista Placar' descreveu George Best em 1970.


The Best (II)

«O Quinto Beatle»

As manchetes dos jornais ingleses em 1966 sobre George Best, após ter marcado 3 golos contra o Benfica de Eusébio, Coluna e José Torres, numa vitória dos Red Devils, por 5 x 1, na 2.ª mão dos 1/4 final da então Taça dos Campeões Europeus, em pleno Estádio da Luz.


The Best (III)

«Maradona good. Pelé better. George Best»

Ditado popular na terra natal de George Best.




The Best (IV)

«Gastei muito dinheiro com bebidas, mulheres e carros. O resto desperdicei.»

George Best


The Best (V)

«(David Beckham) não chuta com o esquerdo, não sabe cabecear, não sabe driblar e não marca muitos golos. Fora isso, ele é bom.»

George Best


The Best (VI)

Os seus «(...) últimos dias foram no hospital, ao lado de sua família e do amigo Denis Law. Aos pés da cama, uma carta com a seguinte assinatura: "Do segundo melhor jogador de todos os tempos, Pelé". Sobre ela, Best disparou: "Este foi o último brinde da minha vida".»

Dias depois, no ano de 2005, acabaria por falecer derivado a problemas de alcoolismo (in WIki).


The Best (VII)


New Order . "Best & Marsh" (1989)

The Best (VIII)

Não podia terminar esta minha alusão a George Best sem descurar desta bonita dedicatória dos locais de Manchester, New Order, aos seus dois respectivos ídolos, Best e Rodney Marsh, cujo legado não fica esquecido. Para alguns pudicos este homem terá tido uma conduta condenável. Muitos desses, porém, esquecem-se que é nestes espíritos rebeldes e indomáveis que reside a maior nobreza e pureza de actos. Foi exactamente num último acto público, que a sua nobreza ficou demonstrada uma vez mais, ao deixar-se fotografar em fase terminal para alertar os demais para os malefícios do problema em que se envolveu...mas que nunca escondeu .
Best é a prova que o carácter e atitude são pilares ainda mais sólidos que os títulos...pois inspiram a vida e o futuro.



Share |

Sem comentários:

Enviar um comentário

«Se mandarem os Reis embora, hão-de tornar a chamá-Los» (Alexandre Herculano)

«(…) abandonar o azul e branco, Portugal abandonara a sua história e que os povos que abandonam a sua história decaem e morrem (…)» (O Herói, Henrique Mitchell de Paiva Couceiro)

Entre homens de inteligência, não há nada mais nobre e digno do que um jurar lealdade a outro, enquanto seu representante, se aquele for merecedor disso. (Pedro Paiva Araújo)

Este povo antes de eleger um chefe de Estado, foi eleito como povo por um Rei! (Pedro Paiva Araújo)

«A República foi feita em Lisboa e o resto do País soube pelo telégrafo. O povo não teve nada a ver com isso» (testemunho de Alfredo Marceneiro prestado por João Ferreira Rosa)

«What an intelligent and dynamic young King. I just can not understand the portuguese, they have committed a very serious mistake which may cost them dearly, for years to come.» (Sir Winston Leonard Spencer-Churchill sobre D. Manuel II no seu exílio)

«Everything popular is wrong» (Oscar Wilde)

«Pergunta: Queres ser rei?

Resposta: Eu?! Jamais! Não sou tão pequeno quanto isso! Eu quero ser maior, quero por o Rei!» (NCP)

Um presidente da república disse «(...)"ser o provedor do povo". O povo. Aquela coisa distante. A vantagem de ser monárquico é nestas coisas. Um rei não diz ser o provedor do povo. Nem diz ser do povo. Diz que é o povo.» (Rodrigo Moita de Deus)

«Chegou a hora de acordar consciências e reunir vontades, combatendo a mentira, o desânimo, a resignação e o desinteresse» (S.A.R. Dom Duarte de Bragança)

Go on, palavras D'El-Rey!