Este é um microcosmo apartidário embora ideológico, pois «nenhuma escrita é ideologicamente neutra*»

*Roland Bartes

Intros: 1 2

domingo, 9 de setembro de 2012

CIDADANIA PELA MONARQUIA: MELHOR DEMOCRACIA!

Amigos Monárquicos, 


A candidatura foi aprovada pelo Governo. 

O V. apoio pode ser efectuado clicando na candidatura. Para o efeito basta registarem-se no respectivo portal (1.º e último nome, um e-mail e uma password que queiram) ou, julgo, por via da subscrição da aplicação oficial para o facebook: 'PortugalGov'. É fulcral não haver dispersão e sim concentração numa só candidatura monárquica, uma vez que o tempo escasseia (até ao dia 30 de Setembro às 23h59m) e a candidatura que lidera regista cerca 3000 apoios. É muito importante ficar, naquela 1.ª fase, entre os 7 PRIMEIROS (o 7.º vai com cerca de 750 apoios). 

A proximidade da mudança poderá estar 'à distância de um clique'. Nada mais simples. Divulguemos. 

Acreditemos na cidadania para mudar Portugal. Eu acredito. 

"Eu quero um Rei!" 
Bem hajam. 

DESENVOLVIMENTO 

Apresentei , sozinho, uma candidatura ao programa do Governo designado "O Meu Movimento".

Neste contexto, criei o movimento: "Cidadania pela Monarquia: Melhor Democracia!", cuja aprovação foi-me, dia 7-9-012, oficiosamente comunicada pelo Governo de Portugal. 

Entendo que este útil expediente democrático, criado pelo actual Governo, deve ser rigorosa e responsavelmente aproveitado para expor a motivação monárquica para uma eventual recuperação da Monarquia Constitucional e Parlamentar. 

É uma excelente oportunidade para passar das palavras à acção e colocar em cima da mesa o assunto "Monarquia", nas instâncias efectivamente decisivas. 

Refleti e acho-me capaz da responsabilidade e demonstrar ao Senhor Primeiro-ministro que o progresso a prazo e a recuperação da auto-estima de Portugal, por via da nossa Monarquia, é possível. 

Com a V. ajuda, por meio de apoio registado no descrito espaço do Governo, será possível, em caso de vitória desta alternativa monárquica, sensibilizar o Primeiro-ministro para as efectivas vantagens do regresso a uma Monarquia Constitucional. 

É uma oportunidade de divulgação e entendo que devemos agarrá-la! 

Apoiem a "Cidadania pela Monarquia: Melhor Democracia!" no respectivo portal. 

A proximidade da mudança poderá estar 'à distância de um clique'. Nada mais simples. Divulguemos. 

Ressalvo que os conteúdos estiveram condicionadas a limitação de caracteres impedindo um maior desenvolvimento dos conteúdos e missão. 

Ficou o essencial e a consciência de tentar o melhor pelo meu País. 

Não quero ser impertinente, pelo que estão perfeitamente à vontade para decidirem o que queriam sobre este repto. Continuarão a merecer sempre a minha mais elevada e intocável consideração caso não apoiem. 

Ontem havia 1 apoio, de manhã 3 e agora já existem 5. 

"Não há desonra na derrota quando soubemos que demos o melhor”, conforme dizia Chris Evert Lloyd (tenista). 

Este movimento é por minha conta e risco. Não sou um Miguel Esteves Cardoso, nem tão pouco um Arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles, pessoas que muito estimo e que são exemplo. Certamente angariavam mais rapidamente apoios que eu; Mas sou um cidadão comum disposto a ir à luta. 

Indo à reunião com o Primeiro-ministro, o que vai ser difícil (mas não impossível), seria apenas uma conversa de sensibilização. 

Além disso, era uma forma de colocar focagem no assunto. 

Mas se o movimento ganhasse, seria interessante irem comigo todos aqueles que o apoiaram. Isto é de todos aqueles que acreditam na Monarquia e na Cidadania. 

Mas se for para ir só...vou só. 

Acredito sobretudo na cidadania e farei todos os esforços possíveis para avançar com esta aposta.

Farei a divulgação que me for possível, até dia 30 de Setembro, sozinho ou (ainda melhor) acompanhado, mas chegando ao fim com a certeza de ter feito o melhor que podia por aquilo em que acredito. Mesmo que chegue àquele dia apenas com o meu voto, será o melhor de todos…o da minha consciência. 

Estarei à V. disposição para qualquer questão adicional. 


Adianto desde já os meus respeitosos cumprimentos e mais sinceros agradecimentos.

Viva a Monarquia, viva o Rei e viva Portugal!
Share |

Sem comentários:

Enviar um comentário

«Se mandarem os Reis embora, hão-de tornar a chamá-Los» (Alexandre Herculano)

«(…) abandonar o azul e branco, Portugal abandonara a sua história e que os povos que abandonam a sua história decaem e morrem (…)» (O Herói, Henrique Mitchell de Paiva Couceiro)

Entre homens de inteligência, não há nada mais nobre e digno do que um jurar lealdade a outro, enquanto seu representante, se aquele for merecedor disso. (Pedro Paiva Araújo)

Este povo antes de eleger um chefe de Estado, foi eleito como povo por um Rei! (Pedro Paiva Araújo)

«A República foi feita em Lisboa e o resto do País soube pelo telégrafo. O povo não teve nada a ver com isso» (testemunho de Alfredo Marceneiro prestado por João Ferreira Rosa)

«What an intelligent and dynamic young King. I just can not understand the portuguese, they have committed a very serious mistake which may cost them dearly, for years to come.» (Sir Winston Leonard Spencer-Churchill sobre D. Manuel II no seu exílio)

«Everything popular is wrong» (Oscar Wilde)

«Pergunta: Queres ser rei?

Resposta: Eu?! Jamais! Não sou tão pequeno quanto isso! Eu quero ser maior, quero por o Rei!» (NCP)

Um presidente da república disse «(...)"ser o provedor do povo". O povo. Aquela coisa distante. A vantagem de ser monárquico é nestas coisas. Um rei não diz ser o provedor do povo. Nem diz ser do povo. Diz que é o povo.» (Rodrigo Moita de Deus)

«Chegou a hora de acordar consciências e reunir vontades, combatendo a mentira, o desânimo, a resignação e o desinteresse» (S.A.R. Dom Duarte de Bragança)

Go on, palavras D'El-Rey!